Trabalhar em farmácia sem curso superior: o que você precisa saber

Trabalhar em farmácia sem curso superior: o que você precisa saber

Por: camila 9 de junho de 2021 Profissões

O trabalho em farmácia é uma oportunidade bastante interessante para quem pretende ingressar em uma carreira com sucesso profissional. Isso porque esta modalidade de trabalho costuma ter diferentes níveis de hierarquia e ser muito democrática com quem busca aprimoramento contínuo.

Dessa forma, é possível conseguir boas vagas, tanto aquelas relacionadas à comercialização quanto à produção de medicamentos.

Mas é comum surgirem dúvidas básicas sobre o que é preciso para trabalhar em farmácia, salários, qualificações e até mesmo quais cursos da área são necessários. Por isso, preparamos um artigo completo para tirar todas as suas dúvidas. Confira conosco e boa leitura!

Regras para atuação e oportunidades no mercado de trabalho

Mesmo sem exigência específica para a área, é importante considerar que trabalhar em farmácia exige disciplina e dedicação. Em outras palavras, existem normas registradas na legislação para o funcionário deste setor, que atuará sob supervisão de um farmacêutico responsável.

Neste caso, ele será o profissional que responderá por tudo feito no ambiente, assim como dará as instruções que os colaboradores precisam para lidar com as atividades do dia a dia.

Em relação ao mercado de trabalho, é interessante considerar que por se tratar de um serviço essencial, dificilmente ele é afetado em momentos de crise. Pense na seguinte situação: uma pessoa, mesmo com rendimento baixo, não deixa de adquirir itens de higiene ou remédios.

Logo, há uma maior estabilidade em vagas, ainda que elas proporcionem um número alto de interessados. Por isso, a importância de se manter qualificado para ocupar os melhores cargos.

Clique aqui e saiba mais sobre o curso de balconista de farmácia

Perfil indicado para quem pretende trabalhar em uma farmácia

De forma geral, é preciso considerar que o atendente de farmácia é, antes de tudo, um consultor de vendas. Ou seja, ele irá tratar diretamente com clientes, seja lendo receitas médicas, cuidando do caixa ou fornecendo medicamentos.

Por isso, o perfil mais indicado para trabalhar em farmácia é do profissional com técnica de vendas, habilidades de relacionamento com o público, organização e boa memória. Por isso, quanto mais experiência você tiver nesses quesitos, maior será a chance de conseguir a vaga.

Conhecimento sobre medicamentos

Primeiramente, o conhecimento sobre os diferentes tipos de medicamentos, para um atendente, diz respeito às informações básicas sobre substâncias e efeitos colaterais. Ainda que o funcionário não receite medicamentos sem a supervisão do farmacêutico, as noções primordiais irão facilitar o trabalho. Como por exemplo, saber os princípios ativos de um remédio para dor de cabeça, de modo a mostrar ao cliente as diversas opções. Ou ainda, diferenciar genéricos de similares, conseguindo explicar o que eles têm em comum.

Noções de primeiros socorros em atendimento

Pequenos acidentes do dia a dia, principalmente os domésticos, costumam levar as pessoas à farmácia. Isso significa que, na prática, saber mais sobre primeiros socorros poderá agilizar o atendimento e facilitar a empatia com o cliente.

Desde a ajuda em curativos até técnicas para problemas com falta de ar ou engasgo, esse conhecimento é um diferencial importante para quem quer trabalhar em farmácia. E irá se destacar no currículo mesmo antes de conseguir o emprego.

Pró-atividade para antecipar problemas e capacidade de resolver crises

Todo mundo que decide trabalhar com atendimento ao público, não importa o setor, sabe que as surpresas são constantes. Tanto as positivas quanto as negativas. E para quem trabalha em farmácia, é preciso levar em consideração que os clientes, quando estão com alguma doença ou desconforto, podem tornar a situação ainda mais complicada.

Por isso, saber antecipar problemas – como indicar corretamente e de forma ágil o medicamento – torna-se um aliado para os bons colaboradores.

Salários e benefícios de um atendente de farmácia

Muitas pessoas que buscam o trabalho no setor farmacêutico têm dúvidas sobre quanto é o salário de um atendente de farmácia. Por não existir um piso salarial para a categoria, é possível estabelecer um valor médio de remuneração, que segundo o site Glassdoor, está em torno de R$1530 reais. Ou seja, o salário inicial é cerca de 40% maior do que o salário mínimo brasileiro, isso porque exige as qualificações explicadas no texto acima.

Já para quem atua na área e tem interesse em fazer um curso superior de farmácia, os salários são a partir de R$3400 e quem faz faculdade de farmácia pode trabalhar em mais de 70 áreas, como por exemplo, em bancos de sangue, gerenciamento de resíduos de saúde, parasitologia, banco de órgãos e até mesmo controle de pragas urbanas e auditoria farmacêutica.

Clique aqui e saiba mais sobre o curso de Auxiliar de farmácia

A farmácia muito além dos medicamentos

Outro fator interessante a se considerar para quem pretende trabalhar em farmácia é que a área possui nichos específicos que vão além dos remédios. Isso porque existem grandes farmácias e drogarias que investem em cosméticos, perfumaria, produtos de higiene e até mesmo itens de cuidados para pets.

Portanto, a área de atuação pode estar relacionada com outros pontos, que também merecem atenção no aprendizado.

Clique aqui e conheça o curso de Auxiliar Operacional de Serviços diversos em Farmácia.

A importância das normas regulatórias para o atendimento em farmácias

Por último, é essencial que quem trabalhe em farmácia esteja atento à fiscalização da Anvisa, que é responsável pelos serviços e produtos oferecidos neste ambiente. Ou seja, todas as leis referentes a condições de higiene, de trabalho, documentos e licenças passarão pela fiscalização do órgão.

O não cumprimento pode acarretar multas, interdições e diversas penalidades, tanto no âmbito jurídico quanto no âmbito criminal.

Isso porque todas as regras foram pensadas para garantir a segurança dos consumidores, através de boas práticas e diretrizes que direcionem a indústria farmacêutica para um atendimento ético.

Conclusão

De acordo com todas essas informações, podemos concluir que trabalhar em farmácia requer conhecimento e é uma área promissora e atrativa. E por se tratar de um segmento em constante modificação, exige qualificação e treinamento.

Por isso, se você deseja conhecer mais sobre cursos voltados para o atendimento em farmácia, nós temos a solução!

No Portal Idea você pode realizar seu Curso de Atendente de Farmácia de forma totalmente gratuita e online. É isso mesmo!

Não perca tempo e se qualifique!

Para conhecer outros cursos, acesse nossa lista de cursos, aqui no site.

Tags:

Deixe um comentário